Timpanoplastia
As otites crônicas são uma condição cada vez mais rara no nosso meio hoje em dia. O advento dos antibióticos proporcionou o controle das infecções e a queda do número de pessoas acometidas. Classificamos otite média crônica simples quando o paciente apresenta perfuração timpânica mas sem saída de secreção purulenta pelos ouvidos.

O paciente que apresenta perfuração do tímpano deve passar em consulta com um otorrino. Fazendo o diagnóstico da perfuração, o profissional solicitará uma audiometria para avaliar os níveis de audição, também realizada na Clínica Imong.

O paciente com perfuração timpânica é candidato à realização da

timpanoplastia

. O procedimento consiste na colocação de um enxerto de cartilagem ou de parte muscular chamada de fáscia para o fechamento da perfuração.

A via de acesso pode ser transmeatal, onde o cirurgião colocará o enxerto pelo próprio canal auditivo externo ou retroauricular, quando o cirurgião fará uma incisão atrás da orelha. O segundo é indicado quando o canal auditivo externo é muito estreito.

A cirurgia da

Timpanoplastia São Paulo

deve ser feita em ambiente hospitalar. O paciente deve estar em jejum de 8 horas e não devem estar doentes ou com febre no dia do procedimento. A alta é prevista para o mesmo dia com retorno em 1 semana na Clínica.

As possíveis complicações da cirurgia da

Timpanoplastia SP

são o enxerto não pegar, tonturas, infecções do local da cirurgia. Algumas recomendações como: evitar assoar o nariz, espirrar de boca aberta e evitar viagens de avião ou mergulhos em águas profundas; tudo isso para evitar deslocar o enxerto.

O acompanhamento clínico nos meses subsequentes à cirurgia é tão importante quanto o procedimento cirúrgico. Pois caso o paciente não siga corretamente as recomendações, pode não ter o resultado desejado.

Agende sua consulta com os otorrinos da Clínica Imong. Atendimento particular ou pelos principais convênios.
/Galeria de Imagens
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong