Desvio de Septo
O septo nasal é a parede que divide as duas narinas. O crescimento exagerado da cartilagem ou osso do septo nasal pode levar ao

desvio de septo

. Outra forma de acometimento são as fraturas nasais, ou seja, quando quebramos o nariz podemos evoluir com um desvio de septo.

Boa parte da população apresenta desvio de septo nasal. Muitos, nem sabem que possuem esse problema pois não dá sintomas. Porém, alguns graus de desvio podem causar sensação de obstrução nasal e, quando associado a traumas nasais, pode apresentar assimetria facial que chamamos de laterorrinia.

Como fazemos para diagnosticar esse problema?

O diagnóstico se dá em uma consulta com um otorrinolaringologista . O especialista fará uma avaliação sobre as queixas do paciente e o examinará. Pode ser necessária a realização do exame de nasofibrolaringoscopia para confirmação diagnóstica.

Existe remédio para o desvio de septo?

Infelizmente não existe remédio para a cura. O desvio de septo nasal é uma alteração anatômica e deverá ser corrigido cirurgicamente. Uma observação importante é que existem doenças nasais concomitantes e estas podem necessitar de medicação.

E todos os pacientes que apresentam desvio de septo precisam operar?

Nem todos os pacientes precisam da

cirurgia do desvio de septo

. Por isso, a avaliação de um otorrino competente se faz necessária. Se houver sintomas, como a obstrução nasal, é indicada a cirurgia.

Na Clínica localizada na Avenida Angélica, em São Paulo, o paciente passará pelo otorrino, exames complementares podem ser solicitados e poderá ser programada a cirurgia de septoplastia. A septoplastia pode ser associada a turbinectomia ou a sinusotomia endonasal.

Agende sua consulta com otorrinos experiente em São Paulo, comprometidos com o seu bem estar.
/Galeria de Imagens
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong