Zumbido no Ouvido
O

zumbido no ouvido

é um barulho que surge e pode perturbar o paciente de modo a afetar o sono, a concentração e a qualidade de vida. Muitos pacientes procuram atendimento psiquiátrico achando se tratar de alucinações. No entanto tais chiados são bem comuns, principalmente nos pacientes idosos.

De acordo com a literatura médica, ao redor de 90% dos pacientes que apresentam zumbidos, tem algum grau de perda auditiva mesmo que seja imperceptível. Tal associação ocorre pois a perda auditiva altera o funcionamento do nervo auditivo, gerando o zumbido. Esse zumbido é levado ao córtex cerebral e é trabalhado no sistema límbico, o sistema das emoções do cérebro.

O sistema límbido interpreta o zumbido como algo preocupante e que isso possa levará a alguma doença grave como surdez, tumor ou risco de vida. Sabemos hoje em dia que o zumbido não vai provocar tais complicações.

As causas de zumbido são variadas e estão relacionadas a diversos fatores: doenças metabólicas como diabetes, doenças da tireoide ou colesterol alto; doenças vasculares; distúrbios do sono e doenças psiquiátricas como depressão e ansiedade.

Na Clínica Imong, localizada na Avenida Angélica, em São Paulo, os otorrinos estão à disposição para realizar o diagnóstico, onde o paciente relatará o histórico de doenças sistêmicas e auditivas, assim como o uso de medicações e os hábitos de vida.

Muitas vezes o médico indica como tratamento com uso de gerador sonoro. Mas o que é isso?

É um tratamento indicado àqueles que tem zumbido como chiado, apito ou outros, com perda de audição acompanhada ou não, que consiste em fornecer sons adicionais nos quais os ouvidos se devem focar, para assim seu zumbido se tornar menos perceptível. É como se quiséssemos distrair o seu cérebro para prestar atenção em outra coisa e não no zumbido.

O objetivo deste tipo de

tratamento do zumbido no ouvido

é ajudar você a se focar menos no seu zumbido. E com isso ter maior qualidade de vida.

Para iniciar este tratamento do zumbido, após indicação de um otorrinolaringologista, é preciso realizar uma avaliação audiológica, com audiometria e acufenometria, para assim identificarmos qual a frequência e intensidade do seu “barulho no ouvido” e se há necessidade de usar prótese auditiva associada ou apenas o gerador sonoro.

O zumbido, diferente do que muitos profissionais advogam, é um problema absolutamente controlável. Para auxiliar o otorrino no diagnóstico e tratamento, a equipe de fonoaudiologia coordenada pela Dra. Andrea Soares fará a audiometria, a terapia sonora e a adaptação de aparelhos auditivos, na própria Clínica.

Localizada no bairro de Higienópolis e próximo à Avenida Paulista, a Clínica Imong une a qualidade do corpo clínico e a praticidade dos exames num mesmo ambiente. Agende sua consulta!
/Galeria de Imagens
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong