Avaliação Audiológica Infantil
Normalmente solicitada por médicos pediatras e otorrinos ao apresentar sintomas como diminuição de audição, secreção, dor de ouvido ou atraso de linguagem, a

Avaliação Audiológica Infantil

é normalmente composta por três exames.

Exames da Avaliação Audiológica Infantil

1. Audiometria tonal: avalia a quantidade de audição do paciente com apresentação de estímulos de tons puros entre as frequências de 250Hz a 8KHz. Para crianças pequenas, que ainda não falam, procuramos condicionar com brinquedos ou estímulos visuais para observar a reação do paciente ao som. Por isso chamamos esta avaliação de audiometria condicionada ou audiometria de reforço visual.

2. Audiometria vocal: buscamos observar a capacidade que o paciente tem de discriminar os sons da fala. Para crianças pequenas além de observar se respondem quando chamados pelo nome, podemos utilizar perguntas e respostas, pedir para apontar partes do corpo ou identificar desenhos de forma que consigamos detectar a intensidade que o paciente compreende a fala.

3. Imitanciometria: exame indolor e rápido, avalia a pressão da orelha média e reflexos estapedianos. Importante no diagnóstico de otite média e disfunção tubária principalmente para crianças com infecções de ouvido recorrentes. Também solicitado como pré operatório para avaliar a necessidade de uso de tubo de ventilação pode ser realizados desde 0 meses de idade.
Agende agora a sua consulta
Confira os dias e horários e agende online
É sempre importante entender o desenvolvimento da criança e adaptar um protocolo específico da

Avaliação Auditiva Infantil

. Esses exames dependem da colaboração da criança para permitir colocação da sonda da imitanciometria e interação durante a audiometria tonal e vocal.

Avaliação Audiológica Infantil
Estrutura da Clínica Imong para a Avaliação Audiológica Infantil

Avaliação Audiológica em Bebês - primeiros anos de vida

A audição é um dos sentidos responsáveis pela interação do indivíduo com o mundo que o cerca. É através dela, nos dois primeiros anos de vida, que a criança desenvolve a linguagem. Por este motivo, torna-se importante a observação dos bebês, para o reconhecimento de alterações auditivas, uma vez que mesmo uma pequena perda de audição tem importante impacto no desenvolvimento da linguagem e global do indivíduo.

Muitos pais começam a suspeitar de alguma deficiência auditiva ao observarem que seus filhos não falam como o esperado para a idade, ao compararem com outras crianças. Infelizmente, muitas vezes as crianças já apresentam alguns sinais de baixa audição, mas os pais relutam a procurar ajuda profissional, esperando mais um pouco para avaliar e tornam a avaliação auditiva tardia, o que pode acarretar problemas futuros de aprendizagem.

A perda auditiva em bebês pode ter diversas causas, entre elas, segundo Joint Comittee on Infant Hearing 2019, as causas mais comuns são: história familiar de perda auditiva na infância, fatores de risco perinatal tais como internação neonatal por mais de 5 dias, uso de ventilação mecânica, uso de medicamentos ototóxicos, doenças adquiridas pela mãe na gravidez (como citomegalovírus, herpes, toxoplasmose ou rubéola), má formação craniofacial, síndromes, doenças neurodegenerativas, infecção pós natal como meningite ou ainda infecção de ouvido crônica.

Outro ponto que afeta muito a audição do bebê são infecções de ouvido recorrentes. A criança que apresenta infecção de ouvido com grande frequência nos 2 primeiros anos de vida sofre o impacto da perda no desenvolvimento de linguagem, aparenta estar mais distraída e não reage aos sons do dia a dia.

Vale lembrar que muitas vezes a infecção não vem associada de dor ou febre e os pais detectam a alteração devido a distração apresentada pela criança.

O desenvolvimento auditivo esperado para o seu bebê é se assustar com sons intensos e reagir a sons familiares até os 4 meses de vida. Até os 7 meses, deve reconhecer a voz dos pais e localizar de onde vem o som. Até os 9 meses já reage quando chamado. E até 1 ano de vida já deve compreender comandos verbais, sem gestos associados como manda beijo e dar tchau.

Atualmente no Brasil é obrigatório o Teste da Orelhinha em todo o recém-nascido ainda na maternidade. Mas infelizmente vemos na prática que muitos pais não fazem a reavaliação quando solicitada e deixam de acompanhar o bebê que tem fator de risco para perda auditiva de início tardio por conta dos fatores perinatais.

Sempre olhe as anotações do livro do nascimento do seu bebê e veja se há a recomendação de acompanhar a audição até os 6 meses de vida. Se o seu bebê tiver um dos fatores de risco citados acima não deixe de fazer uma avaliação audiológica o quanto antes.

Existem diferentes técnicas de avaliação, adaptadas para a idade de cada criança, como já dissemos acima. A Avaliação Audiológica Infantil é a observação das respostas comportamentais do bebê em determinada situação em reação a um estímulo sonoro. O exame é indolor, com uso de estímulos visuais ou brinquedos para condicionar o pequeno paciente.

Na Clinica Imong podemos avaliar a audição do seu bebê com audiometria em campo livre com estímulos visuais e avaliação instrumental. O importante é saber que se a perda de audição for diagnostica nos primeiros meses de vida seguida de intervenção precoce menor será o impacto no desenvolvimento de linguagem devido a plasticidade cerebral mais eficiente nos primeiros 2 anos de vida.

Como agendar a Avaliação Audiológica Infantil

Os pacientes que buscam por

Avaliação Auditiva Infantil São Paulo

podem contar com a Clínica Imong, usufruir de equipamentos de ponta, voltados para avaliação de bebês e crianças, com profissionais altamente capacitados e especializados em atendimento infantil.

Na Clinica, os equipamentos podem avaliar a audição com auxilio de reforço visual, e realizar avaliação de reflexos estapedianos de alta frequência além de timpanometria com sonda de 1KHz específica para avaliação de bebês, buscando assim diagnóstico preciso e diferencial.

Agende exame de Avaliação Audiológica Infantil na Avenida Angélica, próximo a Paulista. Atendimentos por convênio e particular com possibilidade de solicitar reembolso no seu plano de saúde.
/Galeria de Imagens
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong