5 dicas para cuidar bem dos ouvidos

dicas para cuidar bem dos ouvidos

Algumas recomendações médicas são ignoradas pela maioria da população, talvez porque sejam medidas de prevenção a doenças que não apresentam necessariamente risco de morte, mas podem desempenhar um grande papel na qualidade de vida. É o caso do cuidado com os ouvidos, órgão extremamente importante para uma das habilidades humanas mais essenciais: a comunicação.

Os fonoaudiólogos em São Paulo da Clínica Imong apresentam 5 dicas para cuidar bem dos ouvidos:

Dica 1 - Cuidado com o cotonete

Após o contato com a água, seja no banho ou praia e piscina, muitas pessoas têm o costume de usar a haste flexível para secar e/ou limpar os ouvidos. Por incrível que pareça isso pode ser perigoso, além de desnecessário.

Primeiro, para secar os ouvidos e evitar a otite externa, basta sacudir a cabeça para que a água saia do canal auditivo e depois secar a orelha com uma toalha limpa.

Segundo, apesar de soar anti-higiênico, o ouvido é um órgão que possui um mecanismo natural de limpeza, com pelinhos que são responsáveis por expulsar a sujeira e a cera, protegendo o ouvido médio de infecções. Ao menor sinal de excesso de cera ou incômodo com a sujeira, o ideal é procurar um especialista, otorrinolaringologista ou fonoaudiólogo, para a assepsia em ambiente ambulatorial.

Dica 2 - Evite exposição frequente a ruídos

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a exposição ao ruído acima de 85 decibéis (dB) é prejudicial ao sistema auditivo e pode provocar a perda auditiva, além de zumbido, estresse e outros acometimentos. Para se ter uma ideia, 85 dB é o barulho de um liquidificador ligado, por exemplo. O tempo de exposição ao ruído também conta. 85 db por mais de 60 minutos pode matar células dos ouvidos e afetar a audição de forma irreversível. Por isso, pessoas que trabalham em ambientes de muito ruído devem se prevenir utilizando protetores auditivos e realizando acompanhamento de fonoaudiólogo, com exames e terapias.

Dica 3 - Atenção ao volume dos fones de ouvido

É muito comum nas grandes cidades ver pessoas, na maioria jovens, utilizarem fones de ouvido no transporte público, fila de banco e ruas. Mas algumas delas usam os fones em um volume tão alto que é possível distinguir a música que estão ouvindo há passos de distância. Infelizmente essas pessoas não se atentam ao fato de que a chance de perda auditiva por exposição a este tipo de ruído é muito alta e irreversível, podendo causar Zumbido e levar à surdez.

Dica 4 - Descanse seus ouvidos

A OMS indica ainda 55 dB como um som confortável ao ouvido humano. Porém, em grandes metrópoles este nível sonoro é quase impossível de encontrar. Somos expostos a ruídos a todo momento, causando estresse, zumbido, perda auditiva e problemas emocionais de toda sorte. Por estes motivos, é muito importante dar folga aos ouvidos. Fazer intervalos de silêncio ao longo do dia pode ser crucial para garantir a qualidade da sua audição.

Dica 5 - Faça exames auditivos de tempos em tempos

Ficou claro que cuidar dos ouvidos é muito importante para a qualidade de vida, certo? Por isso, é fundamental realizar exames auditivos de tempos em tempos, principalmente após os 40 anos de idade. Além disso, ao menor sinal de dor, zumbido, incômodo com excesso de cera, tontura e náuseas frequentes, entre outros sintomas ligados à saúde dos ouvidos, procure um especialista. O diagnóstico precoce é fundamental para garantir a eficiência e a eficácia dos tratamentos e terapias.
/Galeria de Imagens
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong