Conheça os mitos e verdades sobre o filme "O Som do Silêncio"

O filme O Som do Silêncio 2020 conta a história de Ruben Stone, um baterista que tem perda súbita de parte da audição e segue uma jornada de tentativas para se adaptar a essa nova condição, que afeta diretamente sua carreira e sua vida preexistente. A contraposição do próprio nome do filme já diz muito sobre as reflexões que ele vai abordar.

Mitos e verdades do filme "O Som do Silêncio"

Ao contrário do que alguns podem pensar, o ator que interpreta o personagem principal é ouvinte. No entanto, há vários atores realmente surdos que participaram da produção, tanto artística (entre os atores), quanto no desenvolvimento da história.

O filme explora o drama de um baterista que pode perder totalmente a audição. Assistimos a momentos de sofrimento e outros de aceitação do personagem. “Mas que humilhação quando ao meu lado alguém percebia o som longínquo de uma flauta e eu não ouvia nada! Esses incidentes levaram-me quase ao desespero e pouco faltou para que, por minhas próprias mãos, eu pusesse fim à minha existência”. Esta fala de Beethoven, presente em uma das passagens do filme, é um dos pontos marcantes da trama.

Um esclarecimento importante sobre a narrativa do longa, é que Ruben, o protagonista, teve uma perda súbita que deveria ter sido investigada quanto às causas, o que no filme não fica claro. “A depender da causa, a perda súbita pode ser tratada com medicamentos e protetização com AASI (Aparelho de Amplificação Sonora Individual) e não necessariamente apenas com implante coclear”, explica o otorrinolaringologista Matheus Simão Marcos (CRM-SP 156.999 e RQE 64244), do corpo clínico Imong.

Qual é a “doença”, ou condição, que causa a surdez do protagonista de O Som do Silêncio?

Ruben se dá conta que está perdendo a audição quando sente os seus ouvidos tapados, com o som do ambiente se tornando abafado. Ele perde 80% da audição dos dois ouvidos e descobre que pode ficar completamente surdo em algumas semanas. Imagine isso para uma baterista.

Aparentemente, a condição do protagonista não possui uma causa específica. Pode ser uma doença autoimune ou até mesmo causada por algum vírus. Na narrativa, o que sabemos é que o único tratamento possível para o baterista era um implante coclear, mas ele não tinha condições de pagar.

O que pode causar perda de audição repentina?

Primeiramente, é importante que se saiba o que é perda súbita – ou perda repentina - da audição. “A perda súbita da audição é facilmente percebida como uma piora na capacidade de ouvir, seja de uma orelha ou das duas, que se instala em um curto espaço de tempo. Em alguns casos, pode vir acompanhada de sensação de pressão no ouvido, zumbido e tontura”, esclarece Matheus Simão.

Faixa etária

Geralmente, a perda súbita de audição afeta, com mais facilidade, pessoas a partir de 40 anos. A perda pode acontecer em apenas um dos ouvidos ou nos dois. É possível ocorrer uma recuperação espontânea em 15 dias. E quanto mais jovem o indivíduo for, maior é a possibilidade de ele ter uma recuperação completa.

Sintomas

Alguns dos sintomas mais comuns, nesse caso, são: vertigens (falsas sensações de movimentos), zumbidos e sensação de pressão nos ouvidos.

Causas

Afinal, por que ficamos “meio surdos”? As causas da redução completa ou parcial na audição são diversas. Elas podem vir por meio de diferentes fatores, como doenças virais (gripe, caxumba, sarampo, mononucleose), doenças autoimunes ou bacterianas, como sífilis e doença de Lyme, são exemplos.

Causa mais comum

A razão mais comum para a percepção de diminuição súbita da audição é quando um agente obstrui a condução do som até a orelha interna. Confira exemplos:

- Acúmulo de cera no canal; - Infecções, como otites, que transportam esse acúmulo para dentro da orelha; - Disfunção da tuba auditiva, que faz a comunicação entre o nariz e o ouvido (pode acontecer depois de uma gripe, resfriado ou sinusite); - Alterações drásticas de pressão, como aquela sensação que temos ao descer a serra ou andar de avião.

Esses distúrbios do ouvido podem levar a uma percepção diminuída da audição, de modo rápido e repentino, mas não são corriqueiramente chamadas de perda súbita. Essa denominação é usada apenas para aquelas perdas neurossensoriais que se instalam de modo rápido, como explica o Dr. Matheus.

O profissional chama atenção, ainda, para o fato de que “a perda súbita também pode decorrer do acometimento da cóclea, o órgão periférico da audição, ou da via neural da audição, que vai do nervo coclear até o córtex auditivo, região do cérebro responsável pelo ouvir”.

 

Nesse sentido, o médico da clínica Imong enumera causas para lesões nessas regiões:

- Infecções;

- Doenças imunomediadas;

- Medicações tóxicas para o sistema auditivo;

- Trauma acústico;

- Doenças vasculares;

- Tumores;

- Idiopática, quando não se chega a um diagnóstico definitivo.

Nos casos mais graves, vale observar também, que essa surdez repentina pode vir de um tumor no nervo auditivo (neuroma acústico), de esclerose múltipla, doença de Ménière ou de algum pequeno derrame no cerebelo (centro de equilíbrio do cérebro).

Covid-19 e a perda da audição

Apesar de os estudos ainda estarem em fase inicial, alguns casos de perda auditiva têm sido detectados em pessoas infectadas pelo novo coronavírus e adicionados à literatura médica. A perda de audição relacionada à Covid pode ser consequência do dano viral ou inflamatório provocado pela infecção no sistema auditivo. Na dúvida, consulte-se com um médico, assim que perceber os sintomas.

 

O que fazer para recuperar a audição?

Para ter algum tipo de diagnóstico e iniciar o tratamento adequado para o seu caso, é fundamental marcar uma consulta com um otorrinolaringologista o mais rápido possível. As primeiras 48 horas de início dos sintomas são as mais importantes para conseguir reverter problemas e não agravar o quadro clínico.

Soluções

Assim que notar algum grau de perda de audição, busque um otorrinolaringologista. Ele vai realizar uma avaliação detalhada para chegar ao diagnóstico certo. O tratamento depende diretamente das causas.

Após a realização dos exames clínicos, da avaliação audiológica completa, incluindo audiometria, o médico irá prescrever a melhor forma de tratamento, com uso de medicamentos ou de aparelho auditivo.

Cera

Caso a razão da dificuldade auditiva seja cerume obstrutivo, a solução é rápida: basta apenas removê-lo (com o procedimento adequado feito pelo médico, claro).

Medicamentos

 

O especialista da clínica Imong ainda fala do uso de medicamentos. “Nos casos idiopáticos ou inflamatórios, como na surdez súbita, utilizamos medicações anti-inflamatórias em altas doses, que podem ser tanto por via oral quanto aplicadas diretamente dentro do ouvido”, explica. Além disso, pode haver a necessidade de atrelar outras formas de terapia.

 

Médico

 

Por fim, conforme orientação do Dr. Matheus, “se apresentar uma piora súbita da audição, procure logo o atendimento especializado, porque isso aumenta as chances de recuperação”. Lembrando que o diagnóstico e a escolha do método ideal é feita pelo otorrinolaringologista.

Em todos esses cenários, uma coisa é certa: quanto mais cedo procurar ajuda, mais rápido inicia o tratamento e melhor as condições de recuperação auditiva. Para que o diagnóstico e o tratamento sejam os melhores para você, é importante procurar por uma clínica com médicos de confiança. Nesse caso, temos a solução que você precisa.

Clínica Imong

A clínica Imong tem 50 anos de tradição aliada à inovação. É um centro de excelência em Otorrinolaringologia e Fonoaudiologia que preza pelo constante aperfeiçoamento de seus profissionais, além do interesse de toda equipe por pesquisas e novas tecnologias.

A clínica foi desenvolvida com base no respeito incondicional à vida humana, com o objetivo de construir um centro de referência em diagnóstico e tratamento de doenças do ouvido, nariz e garganta. Atende diversos convênios e particulares para todas as idades!

Agora que você já sabe o que é a perda de audição súbita, leia também este artigo que te dá dicas para cuidar do seu ouvido.

Entre em contato para descobrir como agendar sua consulta, exame ou procedimento!

/Galeria de Imagens
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong
  • Clínica Imong